sexta-feira, 31 de agosto de 2018

E se fosse você...

E se fosse você...? Que acordasse de manhã sabendo que passaria o dia sem sair da cama?
E se fosse você...? Que passasse 24 horas do seu dia convivendo com dores?
E se fosse você...? Que vivesse sua vida sem perspectiva?
E se fosse você...? Que quisesse sair com seus amigos e nunca pudesse?
E se fosse você...? Que por conta de sua condição perdesse a convivência com seus amigos? 
E se fosse você...? Que acordasse sem saber se poderia ou não ir trabalhar devido a uma doença?
E se fosse você...? Que por muitas vezes se sentisse inútil por não conseguir trabalhar e estudar? 
E se fosse você...? Que não pudesse ter uma vida normal e sofresse muito com isso diariamente? Será que você seria feliz? Como você faria para manter sua vida social, seu emprego, seus amigos, suas vidas, diante do impossível? O sorriso fácil fica mais fácil quando se pode levar uma vida normal. Você que reclama da sua rotina, não tem ideia de como seria bom poder vive-la, pois se não bastasse viver com todas as tristezas trazidas por uma doença, ainda temos que conviver com as mesmas dificuldades que você. Ser brasileiro não é fácil, ainda mais com uma doença. Se o governo já não apoia aquele que produz, imagine quem não faz nada pela economia? Para eles somos como um fardo e só existimos para diminuirmos suas margens de lucros, isso quando eles ajudam, o que quase nunca acontece. Gostaria que um desses governantes estivesse na pele de uma pessoa doente por um dia. O mundo precisa de mais amor. Separe um dia do seu dia e faça esse exercício que estamos propondo. Tente se colocar, não só em nosso lugar, mais nos daqueles todos que convivem com algum tipo de doença e com as limitações que elas trazem, talvez isso até te humanize mais, afinal é exatamente isso o que todos nós, doentes ou não precisamos: Um mundo mais solidário!

domingo, 15 de abril de 2018

Bastidores da gravação de Taymara - Lindo Anjo

Nesta semana o cantor e compositor, Zinho, esteve no estúdio Caiçara para fazer a gravação da música que ele compôs em homenagem a Taymara. A equipe do Programa JB, foi conferir tudo o que rolou e vamos disponibilizar na íntegra a matéria gravada por eles!

Muito obrigado ao Zinho, ao JB, a todos do estúdio e todos os envolvidos nesta linda homenagem que marcou a vida da Taymara!


Para ver como ficou o clipe, basta acessar o link abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=JeTz0yuLyD0

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

Palmas para vocês

Este ano, não foi dos mais fáceis. Como vocês já sabem, Taymara passou mal a maioria do tempo. Foi um ano de muitas lutas, que vai chegando ao fim sem que meu marido tenha arrumado um novo emprego. Difícil entender porque as coisas não andam. Evito pensar nisso para não desanimar. Tenho que ser forte, por mim, por meus filhos, por meu marido, e principalmente por todos que nos ajudaram, pois se estamos de pé até agora, é graças a vocês.

Não podemos reclamar! Todos vocês que de alguma forma nos estenderam as mãos conseguiram fazer com que chegássemos até aqui. Cada um a sua maneira, com sua contribuição. Com orações, vibrações positivas, ou até contribuições materiais.  

Mesmo quando tudo parece perdido, tento buscar forças e manter o equilíbrio. Vivo buscando incentivos para sermos felizes todos os dias. Claro que tivemos alguns dessabores, 2017, infelizmente, ou felizmente, nos mostrou quem é quem. 

A amizade! Infelizmente algumas pessoas não vestem os nossos sapatos, mas gostam de julgar. Isso me deixou alerta e mostrou que devemos ter respeito por nós mesmos, já que muitos não nos respeitam. Tenho certeza que quando a roda girar e eu estiver por cima, não esquecerei de nenhuma pessoa que nos ajudou neste momento de dificuldade, pois sei muito bem de onde vim e gratidão faz parte do meu ser. 

Sou mãe! Participei do sofrimento de outras, que acabaram perdendo seus filhos. Estou na luta com vocês, com amor, alegria e fé. Essa dor não pode ser medida, só podemos senti-la através do vazio que ela deixa quando está distante. A vida me parece muito curta, por isso, nunca deixe de sorrir. Não me diga que eu não consigo, pois sou mãe! Jamais desistirei! 

Minha filha é uma pessoa feliz, por isso ela nunca deixará transparecer a feição de dor. Então, você que olha e pensa: "Essa menina não tem nada", fica só o meu lamento. Já você que está conosco do inicio ao fim, fica o nosso aplauso, e a promessa de que seguiremos de cabeça erguida até o fim.  

Um Feliz Natal à todos e um 2018 cheio de amor e realizações!

Fátima, Felipe e Taymara

http://ajudetaymara.com.br/

domingo, 24 de setembro de 2017

Humildade nos atos e gestos

Sei que andamos um tempo afastados de vocês. Isso, infelizmente acontece porque a Taymara não anda nada bem. Como ela não gosta que sejam escritas coisas negativas, fomos forçados a nos afastar, mas estamos de volta. Estou aqui mais para agradecer à todos que seguem nessa luta conosco e, dizer que não esquecemos de vocês.

Queremos agradecer por todo o sucesso nos eventos, com presença maciça de todos. Agradecer principalmente ao empenho da Cristiane, da Lilian, de todos os voluntários, os clubes e associações que cedem seus espaços e também, é claro, a todos que comparecem e ajudam como podem. Não estamos falando somente de ajuda financeira, até porque entendemos que a situação não está difícil só para nós. Esta infelizmente, é uma realidade econômica de todo o país, fruto da corrupção endêmica que tomou conta de nossas instituições e acabou com a nação.

Essa realidade acabou com postos de trabalho, como o do meu marido. Profissional competente que já está a dois anos desempregado. É uma realidade do Brasil! Este desabafo serve não só para trazer à tona a nossa realidade, mas para dizer que somos cada vez mais gratos a todos que nos ajudam como podem. Em um momento como este, não é fácil tirar de suas casas para ajudar o próximo, sabemos muito bem disso.

Agradecemos principalmente pelo carinho e amor que todos vocês emanam. Podem ter certeza que essa energia positiva mandada a distância, toca os nossos corações e serve de apoio para que a nossa Taymara continue lutando. Não fosse o carinho de vocês, muito possivelmente já teríamos desistido.

Vamos seguindo com humildade nos atos e nos gestos. Temos fé que o caminho muitas vezes trilhado, seja com espinhos ou flores, faz parte da caminhada da vida e que tudo na vida é renovado no seu tempo certo.

Sentimos a falta, sentimos a dor. Tantas coisas que tivemos que deixar para trás, até mesmo alguns amores que ficaram pelo caminho. A fome que o estômago da Taymara perdeu e, sendo assim, restaram só os desejos de suas comidas favoritas. Mas tudo isso é sinal que estamos mais vivos do que nunca.

Gratidão a Deus e a todos que nos alimentam, com fé, esperança, e renovação.


Fátima Bragança Saúda Pais, Felipe Saúda Pais e Taymara Saúda Pais

http://ajudetaymara.com.br/



quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Homenagem do Zinho a Taymara


Está é a bela homenagem do cantor Zinho, do Tempero, para a nossa guerreira Taymara, durante o evento de ontem. Zinho, muito obrigado por todo o carinho, amor e dedicação a nossa causa. Atitudes como essa ficarão para sempre marcadas em nossos corações. O Brasil todo conhece a sua capacidade como cantor e compositor. Esta bela composição que fez para a Luz que Brilha, só mostra o quanto você é um ser iluminado. Vejam! Escutem e se emocionem, com este vídeo que foi feito pelo nosso amigo Ricardo Saibun. Obrigado Zinho!!!

Segue abaixo a letra da bela composição do grande Zinho:

TAYMARA
UM ANJO QUE DEUS MANDOU PRA NÓS


NADA NESSA VIDA É POR ACASO

A GENTE TINHA MESMO QUE SE CONHECER

SE HOJE CAMINHAMOS LADO A LADO
É QUE A VONTADE DE DEUS SE FEZ PREVALECER

TAYMARA
MENINA VALENTE GUERREIRA

TAYMARA
NAO DESISTE POIS É BRASILEIRA

TAYMARA
VIVE ABRAÇADA NA FÉ

TAYMARA
CONTE COM A GENTE PRO QUE DER E VIER

VAMOS JUNTOS SIM
FORTALECER ESSA CORRENTE

VAMOS JUNTOS SIM
CANTAR NUMA SÓ VOZ

TAYMARA

TAYMARA VC É UM ANJO LINDO
É UM LINDO ANJO
QUE DEUS MANDOU PRA NÓS


segunda-feira, 24 de abril de 2017

Limites

Aos meus 56 anos, percebi que para ser feliz tive que aprender a gostar de mim, a cuidar de mim, e principalmente, a gostar de quem também gosta de mim. Todos os dias acontecem muitas coisas. Há milhares de finais acontecendo todos os dias e com esta vida sempre tão corrida, às vezes, não encontramos tempo para pensar sobre o que realmente é importante, por isso, quero mais uma vez agradecer a todos que acompanham a família HSAN. Uma coisa importante que a vida me ensinou é que a maior vingança contra um inimigo é perdoa-lo, sendo assim, ele desaparece de nossas vidas e não consegue mais nos perturbar. Estou escrevendo todas essas coisas porque foram dias de desespero. Nesses dias percebi que é preciso crer, não em mentiras, nem em suposições, é preciso crer em si mesmo, ter auto confiança, e por mais absurdo que pareça, buscar sempre impor-se limites, e por mais difícil que seja o ideal a ser alcançado, supere as barreiras. Estamos vencendo a HSAN, dia após dia. Assisti a todo o sofrimento de minha filha, que muitas vezes parecia escapar por entre os meus dedos, mas venci. Enfim, é assim que funciona esse teatro chamado vida. Uma máquina inconstante de buscas, idas e vindas, de crenças e descrenças, de choros e sorrisos, e posso lhes garantir, de limites a serem vencidos. 

http://ajudetaymara.com.br/

terça-feira, 7 de março de 2017

Ainda sorrimos

Os dias algumas vezes são um pouco complicados. Tento não deixar que a nossa vida se torne uma rotina mas, pergunto a vocês, Como encarar as minhas tarefas, os meus cuidados, como se fossem coisas renovadas se estou cuidando no dia a dia da saúde dos meus filhos? Sim, posso encarar essas tarefas de uma maneira diferente quando tiver a possibilidade de um tratamento, de uma estabilidade, ai sim, posso descobrir detalhes que servirão como experiência e transformem em diferente os dias que são sempre uma rotina. Claro que tento levar tudo de maneira leve pois, uso todo a minha sabedoria e compaixão, elas andam juntas, assim posso demonstrar todo meu carinho, mesmo estando realizando algumas tarefas que me causam tristeza, como aspirar a Taymara e etc... Procuro ter este equilíbrio e seguir em frente, passo a passo. Tento ouvir a voz do meu coração. Algumas vezes fico tentando descobrir algo no silêncio em que ficamos quando ela esta muito mal. Gostaria de ter a sensibilidade de ouvir o sussurro dos anjos mas, isso não acontece. Em meio a turbulências, vamos seguindo em busca da paz e do equilíbrio. Mesmo dentro da nossa rotina, devido a piora do quadro, não queremos viver pela metade. Negamos carregar o fardo de angústia e conflitos. Sorrimos menos esses dias mas, o melhor de tudo isso é que ainda conseguimos sorrir.


http://ajudetaymara.com.br/